Contratar um seguro automotivo nada mais é do que transferir o risco que o seu bem corre para a seguradora em um determinado período. Ou seja,  geralmente um ano. Em contrapartida, esta se dispõe a ressarcir eventuais prejuízos em troca do pagamento do prêmio realizado pelo consumidor. No entanto, o que muitos não sabem é que para chegar ao custo final de cada apólice, as empresas do setor levam em consideração o cálculo de todas as coberturas asseguradas. Assim como, colisão, incêndio, roubo, responsabilidade civil e serviços adicionais. Além disso, informações pessoais e de moradia e dados e as estatísticas de sinistro do veículo em questão. Portanto, hoje mostraremos 5 dicas para consultar antes de fechar a contratação do seguro.

Consequentemente, prestar atenção em todos os detalhes que envolvem o valor do contrato é um dever do consumidor. Da mesma forma, itens como assistência 24 horas e carro reserva podem resultar geralmente em uma economia ou acréscimo de R$ 100 a R$ 200 por serviço contratado.

Para ajudar na escolha do seguro mais adequado ao perfil de cada consumidor e que também se apresente com o melhor custo benefício, o sócio-diretor da corretora on-line EscolherSeguro, Marco Kemp, preparou 5 dicas para consultar antes de fechar a contratação do seguro. São elas:

1. Compare diversas seguradoras

Os preços de seguros com coberturas semelhantes em diferentes seguradoras podem apresentar uma diferença de 100% ou até mais.

2. Contrate o que realmente precisa

Verifique se as coberturas e serviços do seguro atendem às suas necessidades. Caso o segurado use pouco o carro é possível retirar algumas coberturas e serviços adicionais.

3. Verifique o valor da franquia

Quanto maior o preço da franquia, menor o valor da apólice. No entanto, segundo o especialista, antes de optar pela franquia mais alta é importante lembrar que o segurado deverá arcar com todas as despesas que custem menos que o valor estipulado em contrato.

4.  Mínimo de R$100 mil para danos materiais e corporais

Com o aumento de renda da população brasileira, a frota de automóveis nas ruas está cada vez mais sofisticada. Por essa razão, recomenda-se que os consumidores ampliem na apólice a cobertura de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V), que incluem danos materiais e corporais a terceiros. Kemp explica que a diferença de contratar a cobertura de R$ 50 mil para R$ 100 mil varia geralmente entre R$ 100 e R$ 300 no preço final do seguro.

5. Estacione em garagens e utilize dispositivos antifurto

A grande maioria das seguradoras oferecem vantagens para veículos que não ficam expostos na rua, principalmente a noite. O desconto para o segurado pode variar entre 5% e 10%, de acordo com o período que o carro passa dentro de garagens privativas ou estacionamentos.