Cai o número de mortes no trânsito no estado de SP. Dados divulgados pelo governo paulista nesta terça-feira, 22, apontam que as mortes por acidentes de trânsito caíram 8% em fevereiro em todo o Estado. Ou seja, o Índice do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP) registrou 414 óbitos no segundo mês do ano contra 449 em igual período do ano passado.

Dos óbitos registrados, 61% estão relacionados a colisões e atropelamentos. Da mesma forma, em 78% dos casos as vítimas eram do sexo masculino e em 27%, jovens entre 18 e 29 anos. Entretanto, a maior parte das vítimas estava em motocicletas (29%), ou era pedestre (26%).

Os acidentes tiveram queda expressiva de 22%. Portanto, foram 14.678 contra 18.776. Então, lançado no ultimo dia 23 de fevereiro, o Infosiga-SP é um relatório que traz informações mensais sobre acidentes e óbitos. Além disso, em consequência de ocorrências no trânsito em todo o Estado. A publicação refere-se a dados do mês anterior. Portanto, os informes dos 645 municípios do Estado de São Paulo ficam disponíveis na internet, no endereço: www.infosiga.sp.gov.br. Resumindo, o documento apresenta faixa etária, gênero da vítima. Assim como tipo do veículo envolvido e perfil do acidente.

Redução da violência

O governo atribui a queda da violência no trânsito às ações educativas e à Lei Seca. Portanto, a Operação Lei Seca, realizada conjuntamente pelo Detran-SP, polícias Civil, Militar e Científica, já aplicou 74,1 mil testes de bafômetro em três anos. Ou seja, os exames resultaram em 7.651 autuações por embriaguez ao volante. Em suma, sendo que 1.262 destes motoristas autuados cometeram crime de trânsito.

A Direção Segura não é a única ação de fiscalização da Lei Seca no Estado. Entretanto, trabalhos rotineiros da Polícia Militar também têm como alvo a embriaguez ao volante. Portanto, Daniel Annenberg, presidente do Detran paulista e porta-voz do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, afirma que municípios conveniados receberão recursos para ampliar os investimentos em segurança no trânsito.

Entre 15 cidades conveniadas, São José do Rio Preto, Piedade e Catanduva já apresentaram redução no número de mortes no trânsito. Em fevereiro de 2016, foram 4, 3 e 1 mortes a menos. Ou seja, comparadas a fevereiro de 2015. Resumindo, Catanduva, São Roque, São José do Rio Preto e Praia Grande, por sua vez, também tiveram queda nos números. Comparando-se fevereiro com janeiro deste ano. Foram 3, 3, 2 e 1. “Não podemos afirmar que esses resultados estão diretamente ligados a operações realizadas após os convênios assinados. Na mesma linha em que não se completou nem um mês da iniciativa. Mas, acima de tudo, são consequência do comprometimento desses municípios com o objetivo do nosso programa”. Destacou Annenberg.

Os 15 municípios selecionados foram Amparo, Atibaia, Barretos, Catanduva, Fernandópolis, Itanhaém, Jacareí. Além de Piedade, Praia Grande, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, São Roque e Sorocaba. Portanto, no total, serão destinados cerca de R$ 10,5 milhões de recursos do Estado para investimentos nesses municípios. Que vão para iniciativas voltadas para fiscalização, sinalização e educação no trânsito. Portanto, a informação de que cai o número de mortes no trânsito no estado de SP, é maravilhosa para todos os cidadãos.