O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) criou por meio da Resolução nº 584, publicada na edição de 24 de março do Diário Oficial da União (DOU) o Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave). Portanto, Carros em revendas deverão ser cadastrados em base do Denatran. Além disso,em 60 dias, revendedores serão obrigados a cadastrar em um banco de dados os automóveis à venda em seus estabelecimentos.

A base de dados será administrada pelo próprio Departamento em conjunto com a Secretaria da Receita Federal. No entanto, pessoa jurídica deverá autorizar o Denatran a ter acesso a campo específico da Nota Fiscal Eletrônica para o compartilhamento de informações. Além da identificação do estoque de veículos. Consequentemente, com a medida, fica dispensado o reconhecimento de firma da pessoa jurídica nos processos de compra e venda.

O que a Fenabrave e Anfavea acham sobre o assunto:

Para a Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores –FENAUTO, o Renave representa a formalização das revendas de forma simplificada. Entretanto, a Federação pleiteia há cinco anos junto ao Denatran a implantação do sistema. O sistema também é aprovado pela Fenabrave e Anfavea. Da mesma forma, são entidades ligadas à distribuição e fabricação de veículos.

A eliminação do reconhecimento de firma pelos lojistas e as vistorias simplificada e móvel são as principais conquistas do setor garantidas pelas novas regras. Portanto, o presidente da Fenauto, Ilídio Santos, afirma que ainda há um longo trabalho pela frente. No entanto, novos sistemas deverão ser implementados pelos lojistas para o atendimento às novas regras.

“Temos muito trabalho a realizar ainda. Ou seja, enquanto esse prazo de 60 dias [para a adequação] não se completa. Portanto, vamos continuar desenvolvendo da melhor estruturar os trabalhos dos Associados. Da mesma forma, depois informando-os de como poderão proceder para se adequarem às novas normas. Mas, com certeza, é uma notícia que traz alento para o segmento. Além disso, coroando um trabalho intenso de nossa entidade com suas coirmãs, a Fenabrave e Anfavea”.

 

E você, o que acha sobre a notícia de que Carros em revendas deverão ser cadastrados em base do Denatran?