Pernambuco sobe no ranking e tem a terceira maior frota de veículos blindados do Brasil. “Um investimento para a minha família e a minha segurança”. Esse é o relato do executivo Ronald Riedel sobre o porquê de ter blindado, há dois anos. Da mesma forma, os carros da família são: uma Mitsubishi TR-4 e um Chevrolet Vectra. Em suma, muitos fazem como Ronald para não ser mais um nas estatísticas de violência das grandes cidades. De acordo com dados da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) calcula-se que, cerca de 10 mil veículos foram blindados no país ano passado. Da mesma forma, quase 15% a mais em relação a 2012.

Entre os estados brasileiros que mais fazem o serviço, a Abrablin só confirma o que dizem as pesquisas sobre a violência nacional. Pernambuco é a terceira maior frota de veículos blindados do país com 4% das demandas. Ou seja, só perde para São Paulo (70%) e Rio de Janeiro (12%). Assim como, seguido por Amazonas (3%) e Pará (2%) completando o top 5 das blindagens no Brasil.

Bem-estar

A psicóloga do Detran-PE Juliana Guimarães, explica que este é o principal motivo das pessoas buscarem a blindagem como proteção. “A violência crescente e a resposta menor de segurança faz com que o motorista proteja principalmente o seu estado emocional que vive em estado de alerta constante”. Enfatiza. Riedel, por exemplo, já relaxou numa abordagem por conta do carro protegido. “Estava parado no trânsito e dois homens bateram no vidro. Eu olhei, relaxei e não precisei baixar o vidro”. Finaliza o condutor.

Mercado

No Brasil, existem quatro níveis permitidos para uso público: I, II, II-A e III-A. No entanto, a nível III é restrita para uso militar. Por outro lado, os preços partem de R$ 24 mil e chegam aos 48mil. Na Afonte Blindados tem cerca de 12 blindagens mensais. “Hoje os recifenses procuram mais a nível I. É mais barato, além de ser menos pesado (de 80 a 100 kg) se comparada a nível III-A, que chega aos 200 kg”. Conta o diretor comercial Bruno da Fonte. Com oito anos no ramo, a Bom Jesus Blindagens blinda mais SUVs. “Os carros maiores chamam mais atenção e assim, são os mais encomendados”. Fala o gerente comercial Carlos Ramos. Entretanto, o tempo do serviço é de 15 a 45 dias.

Níveis de blindagem permitidas para uso público:

  • Tipo I – proteção contra revólver 38, ponto 380 e 22
  • Tipo II e II-A – proteção contra (além dos revólveres nível 1) Pistola 9 mm e Magnum 357
  • Tipo III-A – proteção contra (além dos níveis anteriores) Ponto 40 e Magnum 44

Passo-a-passo da blindagem veicular:

  1. O interessado em blindar o veículo procura uma empresa blindadora (autorizada pelo Exército). Ou seja, que se encarregará de solicitar autorização ao Exército (EB).
  2. Depois de pegar a autorização, antes da blindagem, o proprietário deve levar o veículo para o Detran para uma vistoria prévia. Além disso, obtenção de autorização para modificar o veículo. O condutor deve estar munido de RG/CPF ou CNH (cópia e original). Assim como do Certificado de Registro do Veículo (CRV, popularmente conhecido como recibo ou DUT) e da autorização do Exército Brasileiro.
  3. Efetuar a blindagem e providenciar inspeção veicular para obtenção do Certificado de Segurança Veicular (CSV). O CSV é expedido por instituição técnica de engenharia credenciada pelo Inmetro e homologada junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Fica a cargo da empresa blindadora obter junto ao Exército a declaração de conclusão do serviço de blindagem.
  4. Efetuar a alteração documental no Detran, necessária sempre que ocorre modificação das características veiculares. Para isso, é necessária nova vistoria junto ao Detran-PE (com o veículo já blindado) e a apresentação de toda documentação referente à blindagem, além de trazer original e cópia do CRV, RG/CPF ou CNH.
  5. Os procedimentos são concluídos com a expressão “veículo blindado” no campo de observação do Certificado de Registro de Veículo (CRV) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

O que achou da matéria: Cerca de 10 mil veículos foram blindados no país ano passado? Caso tenha alguma dúvida, estamos a total disposição para te atender. Entre em contato e saiba tudo sobre leis, novidades e dicas de transito. Acima de tudo, confira todas as nossas matérias. Nelas constam tudo o que você precisa saber para estar de acordo com as leis, ficar por dentro das dicas. Além de manter a sua segurança e dos demais motoristas e pedestres.