Ter uma boa noite de sono é essencial para a saúde. Em média, precisamos dormir de sete a oito horas por noite. Ou seja, para que o nosso organismo se recupere de um dia de atividades. Se isso não acontece, ficamos com a sensação de cansaço e comprometemos nossa atenção. Além da concentração e percepção. Portanto, dirigir cansado é perigoso para quem pega estradas.

Além disso, ficamos mais suscetíveis ao fenômeno do micro sono, o adormecimento que pode durar de uma fração de segundo até 3 a 14 segundos. Ele pode ocorrer a qualquer momento com o condutor, sem sintoma prévio. Pode parecer inofensivo ficar rapidamente com os olhos fechados, mas caso ocorra uma situação inesperada, esse tempo pode ser fundamental para evitar um acidente.

O que diz Rodolfo Rizzotto, coordenador do programa de segurança nas estradas SOS Estradas:

Quando o motorista cochila ao volante percorre dezenas de metros sem nenhuma reação e, no caso de acidente, vai colidir ou sair da pista em alta velocidade, sem nenhuma redução como normalmente ocorre quando pisamos no freio. Portanto, esses são os acidentes mais graves. “Quem está sob efeito de álcool costuma reagir. No entanto, quem cochila não tem nenhuma ação, simplesmente sofre o acidente. Ou seja, precisamos dirigir descansados e nunca tentar vencer o sono. No caso de viagens, as pessoas se preocupam com o veículo, documentação, trajeto, mas costumam esquecer se o motorista está descansado.” Afirma Rodolfo, que recomenda um descanso de pelo menos 20 minutos a cada duas horas de direção. “Isso vale para qualquer motorista e não adianta tentar vencer o cansaço. Sentiu sono pare imediatamente. Afinal, quem cochila ao volante é forte candidato ao sono eterno antecipado.”

De acordo com artigo pulicado pelo Dr. Dirceu Rodrigues Alves Júnior, Diretor de Comunicação e do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), 42% dos acidentes são causados pelo sono e 18% pela fadiga.

Se for pegar a estrada, o ideal é que, sempre que estiver cansado, o motorista pare e descanse o tempo que for necessário. Além disso, não deve utilizar medicamentos que prometem inibir o sono. Pois, no entanto, ele pode fazer efeito, mas depois trará uma enorme sensação de cansaço.

De olho vivo, se estiver cansado não dirija! Dirigir cansado é perigoso para quem pega estradas.