A partir de 2019, todas as motocicletas à venda no Brasil, fabricadas localmente ou importadas, deverão possuir sistema de freios com antitravamento (ABS) e/ou frenagem combinada das rodas (CBS). Ou seja, a resolução do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) indica que todas as motos com cilindrada igual ou superior a 300 cm³ devem possuir ABS. As de cilindrada inferior podem ter ABS ou CBS. A implantação da obrigatoriedade será gradual, a exemplo do que aconteceu com os carros. Ou seja, somente a partir deste ano todos passaram a sair de fábrica com o antitravamento. Entretanto, a legislação é de 2010. Portanto, em quatro anos todas as motos no Brasil deverão ter ABS ou CBS para garantir maior segurança dos motociclistas.

Quando começa a valer

Veja o calendário de adoção dos sistemas, segundo a resolução 509 do Contran:

  • a partir de 1º de janeiro de 2016: 10% da produção ou importação;
  • a partir de 1º de janeiro de 2017: 30% da produção ou importação;
  • a partir de 1º de janeiro de 2018: 60% da produção ou importação;
  • a partir de 1º de janeiro de 2019: 100% da produção ou importação.

Estão dispensados dessa exigência veículos de uso exclusivo fora de estrada (off-road), militares, artesanais e cicloelétricos com potência até 4 kW e que não ultrapassem a velocidade de 50 km/h.

 

O que achou da matéria: Em quatro anos todas as motos no Brasil deverão ter ABS ou CBS? Caso tenha alguma dúvida, estamos a total disposição para te atender. Entre em contato e saiba tudo sobre leis, novidades e dicas de transito. Acima de tudo, confira todas as nossas matérias. Nelas constam tudo o que você precisa saber para estar de acordo com as leis, ficar por dentro das dicas. Além de manter a sua segurança e dos demais motoristas e pedestres.