Você já pensou como seria se sua cidade não tivesse semáforo? Acha impossível organizar o trânsito sem um sinal? Uma cidade na Inglaterra, Poynton, apostou nessa solução e eliminou todos os semáforos. De acordo com as autoridades locais, tirar o controle de tráfego da sinalização e confia-lo as pessoas faz com que elas prestem mais atenção e se respeitem mais. Portanto, o resultado é que os motoristas dirigem mais devagar e os pedestres encontram menos obstáculos. Além de facilitar a vida de deficientes visuais, físicos e ciclistas. A organização dos espaços por onde transitar é feita no chão, usando diferentes tons e texturas.

Qual a principal premissa dessa iniciativa?

Essa iniciativa tem como premissa principal o respeito entre as pessoas. É disso que precisamos para transformar a realidade do trânsito no Brasil. Hoje é o Dia Nacional do Trânsito. Portanto, mais do que nunca, devemos refletir sobre nossas atitudes nas ruas e estradas. Durante toda a semana, publicamos textos que falavam sobre os cuidados que devemos ter, principalmente com os pedestres. Esse é o tema da campanha da Semana Nacional de Trânsito. De acordo com dados da Seguradora Líder-DPVAT, no primeiro semestre de 2014, 19% das 340.539 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT foram destinadas a pedestres, ou seja, 66.669 pessoas estiveram envolvidas em algum tipo de acidente de trânsito. Em um ano, foram 7.806 pagamentos por morte para este tipo de vítima. É como se a Seguradora Líder indenizasse, em média, 43 pessoas por dia para casos de morte no trânsito envolvendo pedestres.

Não podemos esquecer que todo motorista, em algum momento, vira pedestre. Por isso, respeitar o próximo é uma maneira de garantir também a sua segurança. Se você muda as suas atitudes, contagia aqueles que convivem com você. Assista ao vídeo abaixo e reflita sobre o que pode ser evitado para uma convivência mais pacífica e segura no trânsito.

Você já pensou como seria se sua cidade não tivesse semáforo? Conseguiu imaginar depois de ver essa matéria?