As mulheres cada vez mais vem ganhando espaço em todas as áreas da sociedade. São diversas lutas pela igualdade e por liberdade que são travadas há muitos anos. Você sabe como e por que foi instituído o dia da mulher? Em 08 de março de 1857, em uma fábrica têxtil, na cidade de Nova Iorque, 129 operárias morrem queimadas numa ação policial. Isso aconteceu porque elas reivindicaram a redução da sua jornada de trabalho de 14 para 10 horas diárias e o direito à licença maternidade. Portanto, mais tarde esse fato ficou instituído como o Dia Internacional da Mulher, em homenagem a essas mulheres. Mas e a luta das mulheres no trânsito, como fica nos dias de hoje?

Que mulher nunca ouviu um homem dizer: Mulher no volante, perigo constante! No entanto, a realidade é bem diferente disso. Diversos estudos e pesquisas mostram que as mulheres sofrem menos acidentes e são mais cautelosas que os homens, na hora de dirigir. Além disso, a quantidade de mulheres que atuam profissionalmente no trânsito hoje, tem crescido e virado preferência pelas empresas. A preferencia pela prestação de serviço feminina se dá pelo fato delas serem mais organizadas, centradas e comprometidas, além de mais cuidadosas e cautelosas com o trânsito e a legislação.

Mulheres no trânsito – Qual a principal diferença com os homens?

Os acidentes envolvendo mulheres no trânsito, é muito menor que os que envolvem homens. Apenas 15% dos acidentes de trânsito com vítimas fatais envolveram mulheres ao volante. Portanto, mais do que dados, essa pesquisa mostra uma grande diferença no comportamento entre os dois sexos. As mulheres tendem a ser mais cautelosas, evitando situações arriscadas. Da mesma forma, o valor das seguradoras são mais baixos para o sexo feminino.

Além disso, o número de mulheres vem crescendo a cada ano, de acordo com o DENATRAN. Um terço dos motoristas habilitados no país é composto pelo sexo feminino. No entanto, mesmo o número de homens ao volante sendo maior, a alta taxa de acidentes que são decorrentes deles, é desproporcional.

Neste Dia Internacional da Mulher, queremos enfatizar o valor que elas tem, não apenas nos lares, como mães e donas de casa, mas sim como membros de uma sociedade. E, da mesma forma, mostrar o valor que elas possuem e como agregam para o trânsito.