A Prefeitura de Ariquemes preocupada com a situação do trânsito que é crítica na região, reuniu representantes do poder público para buscar soluções para reduzir o número de acidentes. Além de aumentar a fiscalização na região. A Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (Semust) e representantes do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran) estiveram reunidos para discutir e analisar a questão do trânsito da região. Ou seja, Acerca da sinalização, tráfego de veículos, que atualmente comporta uma frota ativa de 63 mil veículos.

O que diz o capitão Elias Ladi Levi, da Semust sobre a situação do trânsito na cidade:

“Constatamos um fluxo de 423 veículos das 6h30 às 7h30 na Capitão Silvio. Já ao meio dia, 458 e a tarde das 17h30 às 18h30, 478. Ou seja, um volume bastante intenso. De janeiro à setembro registramos 495 acidentes. Portanto, com 09 vítimas fatais e 616 vítimas não fatais”. Mostrou. Na reunião, o prefeito salientou que a Prefeitura está preocupada com os altos índices de acidentes. Portanto, o auxílio do Detran, é de fundamental importância para que a cidade possa progredir nesta área. Ou seja, através dos técnicos e também com investimentos.

Após a reunião, os representantes do Detran foram até os principais pontos das ruas e avenidas da cidade, considerados críticos para se traçar uma análise mais precisa de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Foram analisadas as principais rotas utilizadas como na Avenida Tancredo Neves, Avenida JK, Avenida Canaã, Capitão Silvio e Avenida Jamari.

No momento, a Prefeitura esta preparando os procedimentos licitatórios oriundos de convênio firmado com o Detran, onde são repassados pelo órgão R$ 1.250.000,00, que somados a contra partida da Prefeitura, chegam a quantia de R$ 1.497.946,25. O recurso será aplicado em sinalização semafórica, assim como na sinalização horizontal e vertical. Além destes investimentos, o diretor do Detran já autorizou o repasse de mais R$ 800 mil, convênio a ser firmado para ampliação dos benefícios em sinalização.