Antes de pegar o carro e colocar o pé na estrada, é imprescindível checar se todos os itens do automóvel estão em perfeito funcionamento. Portanto, a revisão veicular antes de viajar, não pode escapar da lista de obrigações. Acima de tudo, se você é um daqueles que não quer ter dor de cabeça durante os momentos de lazer.

Confira os itens que devem estar na lista para revisão veicular:

  • Pneus

Verifique o nível de desgaste e se existem bolhas. Se os pneus estiverem com os sulcos medindo menos que 1,6mm, está na hora de trocá-los. Para se ter uma ideia, os produtos quando novos possuem sulcos medindo, em média, 8mm. No entanto, as bolhas, por sua vez, indicam danos irreversíveis na carcaça. Ou seja, fazendo com que os riscos de explosão cresçam consideravelmente, principalmente na estrada, onde o atrito com o asfalto aumenta a temperatura do material e a pressão interna.

Esteja atento ao balanceamento e ao alinhamento.

A dica é observar se o volante está vibrando e se há desequilíbrio direcional. Portanto, se sim, é hora de mandar o carro para o balanceamento. Observe se o carro está puxando para um dos lados, se estiver, é hora de levá-lo para o alinhamento. Além disso, meça a pressão de todos os pneus e calibre-os. Não se esqueça do estepe, afinal, nunca se sabe quando ele será necessário.

  • Triângulo, macaco e chave de roda

Cheque o funcionamento de cada item e certifique-se que estão no carro antes de pegar a estrada. Ou seja, deixe-os em lugares de fácil acesso, pois em casos de emergência serão muito úteis.

  • Suspensão

Nos dias que antecedem a viagem, fique atento a barulhos. Batidas secas ou ruídos podem indicar problemas na suspensão. Os amortecedores devem estar com a pressão regulada para garantir estabilidade. Além disso, dê atenção especial às buchas e possíveis vazamentos no sistema.

  • Fluídos

Os fluídos não devem passar em branco na checagem do veículo. Verifique o nível, a validade, o filtro e se existem vazamentos, de todos os fluídos. Na lista não podem faltar: líquido de arrefecimento, óleo do motor e transmissão, fluído de freio, direção hidráulica e embreagem, e nível do combustível do reservatório de partida a frio (carros flex). Portanto, a dica é adiantar a troca de filtros se o prazo de validade estiver se aproximando.

Além disso, outros itens também deve ser estar na lista da revisão veicular antes de viajar, como:

  • Bateria

Para não ter dor de cabeça, seja atencioso com a bateria. Da mesma forma, principalmente se o carro demorar para dar partida, isso pode ser um sinal de bateria fraca. Utilize um voltímetro para medir a carga do item e observe se os terminais estão limpos. Se esses locais apresentarem algum tipo de corrosão, use uma escova de aço e uma lata de refrigerante de cola para limpar. No entanto, faça isso com o carro desligado e a bateria desconectada.

  • Sistema de limpeza dos vidros

Confira o nível do reservatório de limpeza e o estado das palhetas. Teste os limpadores e desembaçadores. Em carros que não possuem ar-condicionado, separe um pano de algodão e um spray anti-embaçante na mala.

  • Filtro de ar

Verifique a quantidade e a coloração da poeira recolhida pelo filtro. Ou seja, se ela for, majoritariamente branca, é provável que o item esteja funcionando bem. No entanto, se a coloração estiver escura, próximo ao preto e marrom, substitua o filtro por um novo.

  • Luzes

Tarefa fácil e que ajuda muito em viagens noturnas: checar as luzes do automóvel; dentre elas: faróis, lanternas, luzes de freio, luz de ré, setas e inclusive a iluminação do painel.

  • Velas e cabos

As velas devem ser examinadas a cada 10 mil km e os cabos trocados a cada 50 mil km. Falhas neste sistema podem comprometer outros componentes do carro.

  • Freios

A revisão dos freios checa pastilhas, discos e tambores, cujo desgaste varia. No caso das pastilhas, lembre-se que elas exigem um período de assentamento que varia de 50 a 200 quilômetros. Ou seja, com a resposta do sistema de frenagem um pouco mais lenta, é recomendado dirigir com mais cautela.

Dicas gerais

Em caso de dúvidas, vá até um mecânico e realize a manutenção preventiva. Entretanto, se o automóvel estiver assegurado, carregue consigo dados da seguradora. Portanto, não se esqueça: é importante que, além da revisão de itens técnicos, o motorista seja consciente e não abuse na direção.

Fonte: Itaro