O lixo é visto como um problema crônico da sociedade pós-moderna. Ou seja, a forma como ele é tratado pode definir diversos aspectos, positivos ou não, para a coletividade. O lixo nas ruas, por exemplo, entope os bueiros, e acaba por causar os alagamentos urbanos. Além de inúmeras outras consequências que se pode observar diariamente. No trânsito o respeito é fundamental para que todos possam usufruir do seu direito de ir e vir sem acontecimentos indesejados. Entretanto, atos como não jogar o lixo na rua, também contribuem com a ordem necessária para que o trânsito mantenha sua fluidez. Por exemplo, sacolas de lixo dentro dos automóveis tornou-se obrigatório por lei em 2012, no Distrito Federal.

O Detran-TO, através da Campanha de prevenção a acidentes de trânsito “Viagem Segura”, tenta reproduzir este ideal de coletividade nos condutores e na sociedade em geral. Além disso, para o respeito ao espaço físico compartilhado é afirmado e  estimulado com a entrega das sacolas de lixo ecológicas. Que, portanto, já vêm sendo distribuídas pelo Detran-TO em suas diversas campanhas.

Sacolas de lixo dentro dos automóveis tornou-se obrigatório por lei em 2012, no Distrito Federal. Da mesma forma, tendo multa como punição para o descumprimento da determinação.

Opinião segundo o especialista em Gestão de Segurança no Trânsito do órgão, Yury Nery:

Acima de tudo, lançar objetos em vias públicas caracteriza infração. “Segundo o artigo 172 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), jogar objetos em vias públicas é uma infração média. Quando os objetos são arremessados, podem desconcentrar os condutores próximos, que por um ato de reflexo tendem a tentar desviar. Além disso, objetos na pista podem desequilibrar os motociclistas”. Explicou.

O Condutor, Frank Santos, aprovou a ideia do Detran-TO de distribuir sacolas de lixo, e falou dos benefícios de guardar o lixo. “Jogar o lixo no lugar correto é bom para todos e o meio ambiente agradece. Além de reduzir problemas como alagamentos, é mais higiênico. Uma questão de educação”, afirmou Frank que já tem a sua sacola.

O diretor geral do Detran-TO, coronel Júlio César da Silva Mamede, falou a respeito do ideal de respeito que o órgão tenta passar nas suas campanhas educativas. “A cidadania acontece a partir da consciência e respeito dos direitos e deveres que cada pessoa, dentro da comunidade, possui. Construir uma sociedade melhor é um exercício diário, que deve ser desempenhado por cada cidadão no seu cotidiano”, finalizou.