Você usa o cinto de segurança quando está no banco traseiro de um veículo? Sabia que, de acordo com um estudo da Abramet, o uso do cinto pode diminuir até 75% as morte em casos de acidentes? No entanto, o cinto de segurança do banco de trás muitas vezes é esquecido. Além disso, no período de Carnaval, em que as estradas estão mais cheias, é muito importante que os passageiros sejam sensibilizados com essa questão.

Saiba mais:

De acordo com uma pesquisa da Agência de Transporte de São Paulo, feita com 19 mil veículos em rodovias do estado, 53% dos passageiros do banco traseiro dos carros não utilizavam o cinto. Entre 2011 e 2014, 69% dos passageiros que estavam no banco de trás e que morreram em acidentes nas rodovias de São Paulo estavam sem o cinto.

Uma resolução do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) promete trazer ainda mais segurança para os ocupantes dos carros. Portanto, a partir de 2020, todos os veículos zero quilômetro deverão ter apenas o cinto de segurança de três pontos. Em outras palavras, para todos os ocupantes. Ou seja, não havendo mais os abdominais, inclusive no banco traseiro. O apoio de cabeça também será obrigatório em todos os assentos.

A lei atual determina que o cinto de três pontos seja utilizado pelos passageiros da frente e os laterais traseiros. Em outras palavras, é por essa razão que é pouco comum que ele seja encontrado no assento central do banco de trás.

O cinto de segurança é um aliado importante na preservação da vida. Estando os ocupantes do veículo nos bancos da frente ou no banco de trás. Acima de tudo todos devem usar o cinto. Aproveite e confira nosso vídeo sobre a importância do uso do cinto de segurança no banco traseiro.

 

O que achou da matéria: Uso do cinto pode diminuir até 75% as morte em casos de acidentes? Caso tenha alguma dúvida, estamos a total disposição para te atender. Entre em contato e saiba tudo sobre leis, novidades e dicas de transito. Acima de tudo, confira todas as nossas matérias. Nelas constam tudo o que você precisa saber para estar de acordo com as leis, ficar por dentro das dicas. Além de manter a sua segurança e dos demais motoristas e pedestres.